Relação entre o esporte e a saúde bucal

Tenha o melhor desempenho esportivo com os shorts Adidas masculinos
30/04/2021
Dicas para prevenir o câncer de próstata com exercícios
11/06/2021
Mostrar tudo

Relação entre o esporte e a saúde bucal

Ao pensarmos sobre hábitos diários necessários para uma boa performance nos esportes, primeiramente pensamos sobre alimentação saudável e equilibrada, rotina de treinos e saúde física. Porém, a saúde bucal também é um fator muito importante e que merece atenção se tratando do desempenho esportivo.

A saúde bucal está também associada à saúde de ordem geral, inclusive algumas doenças bucais podem provocar alterações sanguíneas. Várias doenças sistêmicas, que eventualmente afetam todo o organismo, podem ter as infecções orais como origem.

A Odontologia do Esporte existe para mostrar o quão importante é que os atletas tratem e previnam as doenças bucais. Os profissionais que atuam nesta área, trabalham prevenindo lesões, no tratamento e reabilitação, investigando, compreendendo a influência das doenças bucais no desempenho e performance de cada atleta, etc. E tudo isso é possível por meio de plano odontológico.

Sensibilidade nos dentes, dores nas articulações da face, cáries, desgastes dentais, ausência de dentes e traumas, problemas gengivais e infecções, dentre muitos outros problemas, podem afetar todo o organismo e diminuir o rendimento nos esportes.  Veja mais sobre isso abaixo.

Fatores que relacionam a odontologia com a saúde do atleta

1.   A presença de focos infecciosos pode trazer um grande prejuízo na sua preparação e recuperação de lesões articulares e musculares;

2.   Os energéticos e isotônicos possuem um pH baixo (ácido) e o consumo frequente dessas bebidas podem favorecer o desgaste dos dentes;

3.   A má higiene bucal pode ocasionar também um amargor na boca, o que pode dificultar na hora de manter uma boa alimentação. Procure seu dentista para conhecer formas de acabar com a boca amarga;

4.   Má oclusão (desalinhamento dos dentes), pode afetar a postura e a respiração.

O encaixe inadequado dos dentes pode resultar em alterações respiratórias e na postura corporal do atleta;

5.   Problemas respiratórios também afetam o desempenho do atleta. Quando um indivíduo respira pela boca, acaba fazendo um esforço extra. Isso faz com que o rendimento nas atividades fique comprometido. Respirar pela boca também faz com que a boca fique ressecada e diminua o contato da saliva, que possui efeito protetor para os dentes;

6.   Traumas dentários e faciais são frequentes em atletas, e dependendo do esporte, isso pode aumentar significativamente;

7.  O dente do siso pode aumentar o risco de fraturas mandibulares em esportes de contato. Quando o terceiro molar está mal posicionado ou em erupção, pode aumentar os riscos de infecções por má higiene bucal, causando a pericoronarite (a pericoronarite é uma situação em que há a inflamação, acompanhada ou não de infecção, em um dente que está parcialmente coberto pela gengiva, resultando em dor, inchaço local e mau hálito).

8. O respirador bucal possui várias características físicas e comportamentais que influenciam de forma direto no seu desempenho físico;

9.   Diferente de uma pessoa comum, os atletas ingerem alimentos e suplementos em uma frequência maior, por isso é importante estar atento a higiene bucal e visitar regularmente um cirurgião-dentista;

 

Como diminuir os efeitos nos exercícios na saúde bucal

  •  Opte por beber água em vez de isotônicos ou outras bebidas açucaradas durante seus exercícios;
  • Esteja em dia com suas consultas ao dentista;
  •  Faça a higienização bucal de forma adequada;
  •  Utilize equipamentos de proteção de acordo com os exercícios.
  • Visite um profissional em odontologia do esporte caso queira aumentar o ritmo ou intensidade das atividades;
  • Não force seu corpo e vá além das suas capacidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *