Como deve ser a alimentação para atletas com diabetes
Como deve ser a alimentação para atletas com diabetes
19/02/2021
Fitness: Primeiros passos com atividade física para um peso saudável
Fitness: Primeiros passos com atividade física para um peso saudável
02/03/2021
Mostrar tudo

Como os exercícios podem ajudar a sua saúde mental?

Como os exercícios podem ajudar a sua saúde mental?

Como os exercícios podem ajudar a sua saúde mental?

Vamos todos fazer uma viagem de volta ao jardim de infância por um momento. Não, não pela emoção de chegar ao outro lado da pracinha pela primeira vez, mas para uma lição básica de anatomia.

Onde está seu cérebro? Certo, está na sua cabeça. Agora, você pode me dizer onde está sua cabeça? Correto, está situado na parte superior do seu corpo.

Simples, certo?

Se isso é algo que aprendemos em nossos dias de colorir e aprender a escrever nossos nomes, como é que esquecemos que nosso cérebro é parte de nosso corpo e o que fazemos com um pode afetar o outro?

Por que a nutrição e a boa forma são ignoradas no tratamento de saúde mental?

No entanto, se quisermos reduzir nosso estresse, síndrome do pânico, ansiedade e sintomas de depressão, somos imediatamente atraídos a tomar comprimidos, sem nenhuma reflexão sobre o motivo pelo qual essas coisas podem estar nos afligindo em primeiro lugar.

Atenção plena

Garanto que quando você está correndo um quilometro ou destruindo um circuito na academia, sua mente não estará em nenhum outro lugar.

Esta é uma das ferramentas mais poderosas que temos para combater a ansiedade ou a depressão porque, quando você aprende a estar presente, pode perceber os loops de pensamentos negativos e trabalhar para redirecioná-los.

Hormônios Felizes

Quando você treina, seu corpo libera endorfinas, dopamina, adrenalina e endocanabinóides – substâncias químicas cerebrais associadas à felicidade, confiança, alívio da dor física e redução do estresse.

É como o coquetel natural perfeito de intensificadores de humor!

Energia aumentada

Sabemos que a atividade física melhora a força muscular, deixando-nos mais próximos dessa escolha.

Mas, ao fazê-lo, combinada com sua capacidade de aumentar sua resistência, fornecer oxigênio e nutrientes aos tecidos e ajudar seu coração e pulmões a trabalhar com mais eficiência, que o treino aumenta a sua energia.

Estudos mostram consistentemente que pessoas sedentárias que concluem um programa de exercícios regulares relatam melhora da fadiga.

Claro, você pode ficar ofegante por alguns minutos enquanto sua frequência cardíaca retorna ao repouso, mas depois disso, você terá sustentado um aumento de energia para realizar as tarefas diárias e também para perseguir seus objetivos.

É óbvio como isso terá um efeito positivo no seu bem-estar mental.

Nervo vago

Praticar exercícios leves, como ioga ou um circuito abdominal mais lento com peso reduzido, estimula o nervo vago, que é o conector tangível do cérebro e do intestino.

Na verdade, é uma série de nervos que vai do tronco cerebral, desce pelo pescoço, atravessa o tórax e abdômen e chega ao cólon.

Ao estimular isso, você também está estimulando o músculo liso que reveste o intestino. Quando esse músculo se contrai, ele empurra o alimento ao longo de todo o trato digestivo, estimulando uma digestão saudável.

Vitaminas

Por estar estimulando o nervo vago e melhorando a digestão, você está promovendo a absorção ideal de vitaminas e nutrientes.

Muitas deficiências de nutrientes, como ferro, cálcio, triptofano e potássio, podem ter efeitos negativos em seu estado mental, produzindo sintomas como: depressão, fadiga, dificuldade de concentração, ansiedade e irritabilidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *