Benefícios que a prática de esportes traz para a saúde física e mental

Dicas para prevenir o câncer de próstata com exercícios
11/06/2021
Mostrar tudo

Benefícios que a prática de esportes traz para a saúde física e mental

Uma vida saudável é capaz de fazer com que seu corpo e sua mente se mantenham sempre em dia. E a prática de esportes pode ter um impacto decisivo em praticamente todos os aspectos de nossas vidas.

Se exercitar regularmente pode regular os níveis hormonais do organismo, melhorando o humor e a sensação de bem-estar e fortalecer o corpo.

Então, se deseja dar uma guinada na sua saúde, você deve comprar agora roupas adequadas para treinar e se jogar no caminho para obter dias mais felizes e esbanjar vigor. Leia mais a seguir.

Reduz o estresse

Praticar esportes é uma ótima arma para combater os estresses causados no dia a dia.

Os exercícios afetam neurotransmissores cerebrais como a dopamina e a serotonina, que são responsáveis por regular o humor e outros fatores comportamentais.

Isso significa que o corpo começa a aprender a lidar com o estresse físico que precisa lidar durante os treinos e faz uso deste aprendizado em futuras situações estressantes.

Diminui sintomas de ansiedade e depressão

Infelizmente, a ansiedade e a depressão têm se tornado doenças cada vez mais frequentes na vida de muitas pessoas.

Existem quatro substâncias químicas que afetam a felicidade: endorfina, oxitocina, serotonina e dopamina. E no caso da depressão, pode ocorrer o desequilíbrio nos níveis desses hormônios. Para tratar esse desequilíbrio, o médico pode recomendar o uso de medicamentos, porém, a prática de uma atividade física também pode ajudar muito na liberação de endorfinas.

Caminhar, correr, dançar, nadar e andar de bicicleta são alguns dos esportes que podem te ajudar a controlar a ansiedade e a depressão, fazendo com que fique mais feliz.

Melhora a qualidade do sono

Os hormônios que são liberados durante a prática de esportes são capazes de combater a insônia e melhorar significativamente a noite de sono.

Fazer exercícios, seja de manhã depois de acordar ou à noite antes de dormir, irá ajudar a adormecer mais rápido e render muitos ganhos na qualidade do sono em geral.

Rejuvenesce o cérebro

O envelhecimento faz com que o corpo e a mente mudem naturalmente e, consequentemente, com que comecem a se deteriorar. Porém, praticar exercícios físicos pode gerar uma grande melhora durante essa fase.

Manter uma alimentação saudável, dormir bem, evitar o uso de substâncias como tabaco e álcool pode melhorar e muito durante o seu envelhecimento, mas praticar esportes é um fator bastante importante para manter o cérebro sempre jovem.

Esportes que fazem bem para o corpo e para a mente

Yoga

O grande objetivo na prática do yoga é trabalhar o corpo e a mente. Além de trabalhar a musculatura, praticar yoga desenvolve técnicas de meditação, respiração e relaxamento.

São muitos os benefícios que ele pode trazer, como a diminuição do estresse e da ansiedade, melhor condicionamento físico, alívio de dores corporais, controle da pressão e dos batimentos cardíacos, melhora no sono etc.

Natação

A natação é um dos melhores exercícios, pois é um esporte muito completo que trabalha a maior parte dos músculos do corpo.

Nadar por pelo menos 30 a 45 minutos, equivale a treino aeróbico, que está ligado ao aumento da frequência cardíaca para melhorar a saúde do coração.

Nadar regularmente pode reduzir o risco de doenças crônicas, como doenças cardíacas, diabetes tipo 2, AVC, combater o estresse, melhorar a memória e melhorar a respiração.

Caminhada e corrida

Além de trazer muitos benefícios físicos, como o fortalecimento dos músculos e articulações e melhora no ritmo cardíaco, caminhar e correr pode ter um impacto muito positivo na saúde emocional, ajudando muito a aliviar os sintomas de ansiedade e depressão.

Correr e caminhar por alguns minutos por dia, seja na rua, no campo ou na esteira, pode proporcionar diversos benefícios para o seu corpo e sua mente.

Andar apenas por 20 minutos por dia pode adicionar anos à sua vida, de acordo com cientistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *